Home

O processo de execução da lei 14.832/2004 que estabelece cotas para estudantes das instituições de educação superior integrantes do sistema estadual de educação superior. A avaliação estará centrada no programa executado pela Universidade Estadual de Goiás, doravante UEG, que prevê cotas para o ingresso de estudantes em seus cursos de graduação oferecidos regularmente. As cotas, de acordo com o programa da UEG são distribuídas para estudantes: 

1) oriundos da Rede Pública de Educação Básica; 2) negros;3) indígenas;4) portadores de deficiências.

Por considerar-se a dimensão mais polêmica da execução do programa, a proposta neste projeto de pesquisa é concentrar as análises nos estudantes cotistas negros, entendidos, de acordo com o previsto na lei 14.832, como aqueles que são assim classificados pelo IBGE, ou que sejam portadores de registro público que indique sua categoria racial.

Tendo como objetivo especifico em mapear e diagnosticar a inserção dos estudantes negros cotistas na UEG, considerando percentuais de contingência, faixa etária, gênero, ingresso por cursos, renda; Investigar notas, diários, frequências, assiduidades, pontualidades e sociabilidades entre estudantes negros cotistas; Identificar e analisar possíveis mecanismos de ingresso e permanência dos estudantes negros cotistas da UEG, auxiliares ao programa de cotas raciais; Realizar um seminário com apresentação dos resultados da pesquisa e redação do livro.